É do conhecimento de muita gente que o nosso País tem uma tradição com raízes muito profundas a nível de tapeçaria artesanal, nomeadamente a de Arraiolos.

O tecido que serve de base ao bordado é hoje em dia de juta, que é uma fibra vegetal de grande produção em climas mais quentes e húmidos que o nosso, e é composto por fios paralelos que se cruzam uniformemente entre si, formando uma estrutura entrançada e compacta (ver figura 1). Esta estrutura, Juta Lisa, devido à sua grande compacidade, dificulta o trabalho do artesão, tornando-o moroso e exaustivo, já que é necessário executar uma extenuante contagem de fios, além de prender a passagem do fio no acto de bordar.

Figura 1- Juta Lisa

A fim de solucionar tais inconvenientes foi estudado, pela nossa empresa, e actualmente industrializado um tipo de tela - Juta Decimétrica (ver figura 2 e 3)- com uma malha aberta que possibilita a execução do ponto 2x2 sem contagem de fios; essa tela é ainda marcada com um fio de cor de 10 em 10 cm , o que equivale a 20 pontos, facilitando e reduzindo em cerca de 40% o tempo de execução do Ponto de Arraiolos.( produto patenteado em 1986).

Figura 2 - Juta Decimétrica (cor natural)

 

Figura 3 - Juta Decimértica Branqueada ( cor branca)

O Ponto de Arraiolos começa num ponto de cruz e é imediatamente alterado, alongando uma perna que abrange 4 fios na tela lisa ou dois furos na tela decimétrica, a partir daí, borda-se sempre recuando dois fios e avançando 4 na tela lisa ou recuando 1 furo e avançando 2 na tela decimétrica, mas se quiser saber passo a passo toda a técnica de execução de Tapeçaria de Arraiolos ( quantidade de tela necessária, como fazer a baínha, por onde se deve começar, etc.) basta consultar a nossa revista nº1 "Tapeçaria Portuguesa".

Temos a exclusividade do fabrico da Juta Decimétrica e distribuímos em todo o país em 5 larguras: 0,8m , 1,0m , 1,5m , 2,0 m e 3,0 m. na cor natural (ver figura 4 e 5 ) e em 4 larguras na cor branca, 0,8m, 1,0m, 1,5m e 2,0 m (ver figura 6).

Figura 4
Figura 5
Figura 6

Qual é a sequência da manufactura de um Tapete de Arraiolos ?

1º Corta-se a tela necessária (ver figura 7)

Figura 7

2ª Fazem-se as marcações  (ver Figuras 8, 9, 10 e 11)

Figura 8
Figura 9

Figura 10

Figura 11
    (pormenor da marcação do centrodo tapete) (pormenor da marcação de um canto do tapete)

3º Começa-se por bordar as linhas que delimitam a barra e depois borda-se o desenho do interior da barra e do centro do tapete) (ver figura 12)

Figura 12

4º Enche-se de seguida todo o desenho que foi contornado tanto da barra como do centro (ver figura 13)

Figura 13

"pormenor do canto do lado do direito e do lado do avesso" (ver figuras 14 e 15)

Figura 14
Figura 15

5º Enche-se depois o fundo da barra (ver figura 16)

Figura 16

6º e de seguida o fundo do centro

Figura 17

7º Faz-se a franja (ver figuras 18 e 19)  

Figura 18
Figura 19

8º Começa-se a aplicar a franja junto a um canto (ver figura 20)

Figura 20

9º Prega-se a franja no tapete a toda a volta utilizando fio de linho apropriado (ver figuras 21, 22 e 23)

Figura 21
Figura 22
Figura 23

Tapete acabado (ver figura 24) 

Figura 24